Home Office: Tudo o que você precisa saber

Home Office: Tudo o que você precisa saber

Entenda como funciona e como colocar em prática na sua empresa

  • O que significa trabalhar em um modelo de home office?
  • Como funciona?
  • Quais as vantagens?
  • Quais as desvantagens?
  • Existem estudos que comprovam a eficiência do home office?
  • Como coloco em prática na minha empresa?

Fique tranquilo, todas estas perguntas serão respondidas neste artigo.

Trabalho à distância, home office, trabalho remoto, teletrabalho, não importa como prefere chamar, agora você irá entender tudo sobre esta modalidade de trabalho.

Nos dias de hoje, é comum falar sobre modelos alternativos de trabalho como, por exemplo, o trabalho à distância, que se tornou um assunto relevante no RH das empresas e cada vez mais os colaboradores anseiam pelo trabalho home office.

O que significa trabalhar em um modelo de home office? 

Primeiro é importante ressaltar que trabalhar home office não significa trabalhar menos, mas sim trabalhar à distância, fora das dependências da organização. 

Além disso, apesar do nome, trabalhar home office não significa trabalhar em casa, mas sim fora da empresa.

Como funciona o trabalho à distância/home office?

Funciona da seguinte forma, o colaborador não necessita ir até a empresa para realizar suas atividades, basta concluir aquilo que precisa fazer no tempo estipulado.

Além disso, o profissional pode escolher onde irá realizar seu trabalho, pode ser em casa, em um café, um local de coworking, enfim, onde o trabalhador se sentir mais confortável para trabalhar.

É relevante dizer que não só autônomos podem realizar este modelo de trabalho, colaboradores com vínculo CLT também podem atuar em home office.

O que a legislação trabalhista fala sobre o trabalho home office?

Com a atualização da lei trabalhista em 2017, foi regularizado o teletrabalho com os principais pontos:

Contrato no início

Depois de um acordo entre as partes deverá ser registrado um contrato, que pode conter especificidades, como por exemplo, um colaborador que trabalha 4 dias da semana presencialmente na empresa e 1 dia à distância, entre outras alternâncias.

Alteração da modalidade de trabalho

Caso a empresa decida alterar a modalidade de trabalho home office  para regime presencial, será necessário notificar o colaborador e dar à ele 15 dias (no mínimo) para que ele faça a transição, e este processo deve ser registrado em um contrato também.

Responsabilidade e Instrução

O empregador ainda precisa instruir o empregado em relação a regras de saúde, segurança do trabalho e ergonomia, tudo isso constando em um termo de responsabilidade, que deve ser assinado pelo profissional, para que ele demonstre que está comprometido com o que está sendo acordado entre ele e a empresa. Isso acontece porque o colaborador ainda está suscetível a acidentes de trabalho e doenças ocupacionais

Controle de trabalho

O trabalhador, no modelo home office, não necessita entrar no controle de jornada, já que o controle de trabalho pode ser realizado à partir das atividades e tarefas completadas pelo colaborador. Porém, depende de como a empresa prefere realizar o controle do trabalho, podendo utilizar sistemas de controle de ponto à distância para marcar o horário de início e fim do trabalho (login e logoff).

Horas extras

Como o teletrabalho não tem obrigação de controle de horário, não há a obrigação de pagamento por horas extras. No entanto, como dito anteriormente, depende de como a empresa prefere fazer o controle de trabalho, se for a partir de uma jornada de trabalho com horas específicas e o colaborador trabalhar a mais, pode ser contabilizado como hora extra e ele deve ser remunerado.

Vantagens do modelo de trabalho home office:

Colaborador motivado e produtivo

Ao ter a possibilidade e a liberdade de trabalhar fora das dependências da empresa, o colaborador pode se sentir mais motivado a trabalhar e ser mais produtivo. Trabalhando com conforto, autonomia e tranquilidade, o profissional se sente mais criativo e satisfeito.

Os horários se tornam muito mais flexíveis, fazendo com que o colaborador possa decidir o melhor momento de realizar suas atividades, sempre cumprindo os prazos, é claro.  

Bem estar e qualidade de vida

Imagine não precisar ficar horas no trânsito ou no transporte público para ir e voltar do trabalho, não seria ótimo? Pois é, ao trabalhar no modelo home office, o colaborador pode usar esse tempo da melhor maneira possível, passando mais tempo com a família, indo à academia, ou até praticando um hobby. Além disso, ele pode escolher o local que se sente melhor para trabalhar.

Redução de custos

A organização acaba reduzindo seus custos ao não precisar pagar certos benefícios ou ter certos gastos com a infraestrutura da organização.

Retenção de talentos

Um trabalho flexível dá a oportunidade do colaborador se sentir mais feliz trabalhando, portanto, fica mais propenso a permanecer na empresa.

Outro ponto importante é que as novas gerações que estão ingressando no mercado de trabalho têm grande inclinação para trabalhos mais dinâmicos e flexíveis, portanto essa modalidade de trabalho é uma boa opção.

Desvantagens do modelo de trabalho home office:

Sentimento de solidão

Alguns profissionais podem acabar se sentindo mais isolados e sós ao trabalhar fora da empresa, fazendo com que se sintam desmotivados e tenham uma baixa qualidade no trabalho.

Desatualização

Ao ficar em casa, o profissional pode se desatualizar por não entrar em contato com coisas novas, a não ser que ele procure sempre estar por dentro das novidades do mercado.

Distrações 

O trabalhador pode ter muitas distrações trabalhando home office, é necessário muita disciplina e foco, se não sua produtividade pode ser afetada.

Trabalho sobrecarregado

É necessário organização para que o colaborador possa trabalhar de maneira produtiva sem estender tanto o horário de trabalho, afetando o tempo de descanso.

Home office funciona para todos?

Infelizmente essa modalidade de trabalho não funciona para todo mundo, existem profissionais que não conseguem se adaptar ao trabalho à distância. Além disso, existem cargos e funções que não podem ter essa flexibilidade.

O colaborador precisa ter muita disciplina, responsabilidade, foco, um perfil comportamental compatível e um ambiente adequado para realizar suas atividades no teletrabalho, do contrário, as desvantagens citadas acima podem deixar o trabalhador em uma situação insatisfatória e improdutiva.

Existem estudos que comprovam a eficiência do home office?

Diversas pesquisas e estudos mostram uma preferência por parte dos colaboradores e também o aumento da produtividade devido ao trabalho à distância. 

Dados interessantes de uma pesquisa realizada pelo PowWowNow.co.uk demonstraram que:

  • 67% dos funcionários gostariam de receber trabalho flexível;
  • 58% das pessoas acreditam que trabalhar fora do escritório ajudaria a se tornarem mais motivadas;
  • 70% dos trabalhadores acham que oferecer trabalho flexível torna um trabalho mais atraente para eles;
  • 56% das pessoas acreditam que os gerentes precisam adaptar suas habilidades para gerenciar uma força de trabalho remota;

Fonte: https://www.powwownow.co.uk/smarter-working/flexible-working-statistics-2017/

Outros números interessantes, fornecidos pela revista Forbes mostrou que empresas reduziram muito dinheiro em custos imobiliários com o trabalho remoto, no caso da American Express foram 15 milhões de dólares em redução de custos. 

Fonte: https://www.forbes.com/sites/jeannemeister/2013/04/01/flexible-workspaces-another-workplace-perk-or-a-must-have-to-attract-top-talent/#30faeeef2ce7

Como colocar o home office em prática na minha empresa?

Primeiro é necessário um planejamento para entender se é possível implementar o home office para os colaboradores da empresa e também para definir quais áreas, cargos e funções podem seguir a modalidade home office. Depois, fazer uma análise para entender o que os gestores e os colaboradores pensam sobre a ideia, com uma pesquisa de opinião, por exemplo.

E por último, entender se os colaboradores que se interessam pelo modelo de trabalho à distância tem o perfil comportamental adequado para que ele tenha um bom desempenho e se sinta bem trabalhando home office.

Software de Gestão de RH – HCM

Utilizando um software de gestão de RH é possível administrar toda forma de jornada de trabalho dos colaboradores, inclusive as jornadas flexíveis, tornando o processo menos trabalhoso e mais eficiente. Assim, os gestores podem focar no planejamento estratégico e nos resultados e não nos processos burocráticos e mecânicos do dia a dia. 

As tarefas operacionais são otimizadas e consequentemente, diminuem-se os custos operacionais.

A Natcorp

No sistema integrado de gestão de folha e RH Natcorp, é possível administrar todos os formatos de jornada de trabalho, inclusive as flexíveis. Além disso, existe a possibilidade de definir o local de trabalho do colaborador como home office, por exemplo.

Com a ferramenta de frequência do módulo de Ponto do nosso sistema, os processos de administração da jornada de trabalho se tornam mais eficientes e produtivos, além de garantir maior controle e acompanhamento do desempenho a partir de análise de dados e indicadores que auxiliam na verificação dos resultados das políticas colocadas em prática na empresa.

 

Entre em contato conosco para receber mais informações sobre a nossa solução completa para a gestão de pessoas da sua organização.

https://www.natcorp.com.br/solucoes/

Gostou do artigo? Compartilhe este texto!

Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos relevantes sobre RH!

http://reports.weforum.org/future-of-jobs-2016/employment-trends/

https://www.trabalhoportatil.com.br/blog/dados-trabalho-remoto/

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.